sexta-feira, 19 de julho de 2013

Em debate, lei que prevê multa para quem joga lixo nas ruas

o eco
http://www.oeco.org.br/noticias/27387-em-debate-lei-que-preve-multa-para-quem-joga-lixo-nas-ruas?utm_source=newsletter_764&utm_medium=email&utm_campaign=as-novidades-de-hoje-em-oeco

Foto: Eduardo Otubo/Flickr
Em pouco mais de duas semanas, entrará em vigor a multa para quem jogar lixo nas ruas do Rio de Janeiro. A medida, apontada como oportuna por alguns e radical por outras, tem como objetivo diminuir o excessivo volume de lixo descartado nas vias públicas da cidade. Pensando em discutir o tema, foi aberto um fórum na internet para debater o tema.

O fórum Lixo e Multa é realizado pela Rede Mobilizadores do Comitê de Entidades no Combate à Fome e pela Vida (Coep) e funcionará até a próxima sexta-feira (19). Para participar, basta se cadastrar no sitewww.mobilizadores.org.br. O fórum funciona ao longo do dia e qualquer um pode deixar a opinião na página.

A previsão é que a lei que pune porcalhões entre em vigor no dia 1º de agosto. A multa será aplicada pela guarda municipal, que usará um equipamento para registrar a inflação. Basta o número do CPF para emitir a multa. Quem se recusar a dizer o CPF será encaminhado à delegacia mais próxima. Além dos guardas, funcionários da Comlurb (Companhia Municipal de Limpeza Urbana) atuarão na fiscalização. A polícia militar também foi chamada para ajudar na aplicação da norma.

Os valores da punição dependerão do tamanho do lixo descartado irregularmente. Jogar uma lata de cerveja no chão, por exemplo, poderá custar R$157 ao infrator. Ser flagrado jogando resíduos maiores que um metro cúbico, como um sofá velho, pode custar R$980.

O Rio gasta 16 milhões de reais por ano apenas com a limpeza nas ruas. São 14 mil garis e 30 mil lixeiras disponíveis e estas têm que ser trocadas sempre por conta de ação de vândalos. Lixeiras inutilizadas, ruas sujas e pessoas que não sentem pudores em jogar lixo no chão fazem parte do cenário carioca, realidade que a Prefeitura pretende acabar punindo financeiramente quem não aguenta dar alguns passos e descartar corretamente o resíduo.

Nenhum comentário: