Postagens

V Congresso Lusófono de Educação Ambiental

Imagem
https://plataforma9.com/congressos/v-congresso-lusofono-de-educacao-ambiental

Congressos V Congresso Lusófono de Educação Ambiental Início: 14/04/2019⋅ Fim: 18/04/2019⋅ Data de abertura: 28/05/2018⋅ Data de encerramento: 31/07/2018⋅ Países: Guiné-Bissau
Ambiente, Chamada para trabalhos, Educação E-mail Imprimir A Rede Lusófona de Educação Ambiental (Redeluso) promove, com o apoio do IBAP — Instituto da Biodiversidade e das Áreas Protegidas, o V Congresso Lusófono de Educação Ambiental, a decorrer nos Bijagós, Guiné Bissau, nos dias 14 a 18 de abril de 2019, subordinado ao tema Crise ecológica e Migrações: leituras e respostas da Educação Ambiental. A submissão de resumos encontra-se aberta até ao dia 31 de julho de 2018.
O V Congresso organiza-se em torno de 8 áreas de trabalho:
Animação SocioculturalComunicações OraisApresentação de PosterApresentação de Livros e RevistasMinicursosOficinasMesas RedondasVisitas a Iniciativas e Projetos Locais Eixos temáticos:
A Educação ambient…

Inscrições para a 25ª edição das Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental

Imagem
https://aspea.org/index.php/noticias/388-inscricoes-para-a-25-edicao-das-jornadas-pedagogicas-de-educacao-ambiental
Inscrições para a 25ª edição das Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental Categoria: Noticias Criado em quinta, 13 dezembro 2018, 15:08
As inscrições para participar nas XXV Jornadas pedagógicas de Educação Ambiental, promovidas pela Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA) e coorganizadas pela Câmara Municipal de Lousada, já estão abertas.
O evento, a realizar em Lousada nos dias 15, 16 e 17 de março de 2017, tem como tema «Educação Ambiental e diálogo intergeracional: oportunidades e sinergias».
Assente em três eixos temáticos, nomeadamente: Eixo 1 - Educação Ambiental: diálogo intergeracional e inclusão social, Eixo 2 - Educação Ambiental na valorização das comunidades locais e Eixo 3 - Educação Ambiental: abordagens cooperativas, artísticas e de bem-estar, estas jornadas assumem-se como uma oportunidade ímpar para valorizar a interge…

V conferência infanto-juvenil pelo meio ambiente

Imagem
V CIJMA
V Conferência Infanto- juvenil pelo Meio Ambiente
Vamos cuidar do Brasil cuidando das águas
http://portal.mec.gov.br/pnaes/194-secretarias-112877938/secad-educacao-continuada-223369541/17455-conferencia-infanto-juvenil-pelo-meio-ambiente-novo

folder

Em MT, aos cuidados de Déborah Moreira: demoreiranx@gmail.com 65 3615 8443

*
OUTRAS INFORMAÇÕES
Ministério da Educação - MEC
http://portal.mec.gov.br/pnaes/194-secretarias-112877938/secad-educacao-continuada-223369541/17455-conferencia-infanto-juvenil-pelo-meio-ambiente-novo

ver histórico em:
http://conferenciainfanto.mec.gov.br/


Conferência Infanto- juvenil pelo Meio AmbienteApresentação

memo de reu cezsee 01/09/2016

Imagem
MEMÓRIA DE REU

1ª reunião ca comissão estadual do zsee (CEZSEE)
01/09/2016

apresentação da elaine cursini
zsee - prezi
https://prezi.com/p5swsam1oqcq/apresentacao-zsee-resumida/#



















Membros avaliaram proposta do Estado para a revisão do zoneamento

Imagem
http://www.seplan.mt.gov.br/-/4880002-comissao-debate-revisao-do-zoneamento-socioeconomico-ecologico-de-mt

Comissão debate revisão do Zoneamento Socioeconômico Ecológico de MT Encontro ocorreu nesta quinta-feira (01.09), no Palácio Paiaguás; Membros avaliaram proposta do Estado para a revisão do zoneamentoNayara Takahara | GAE-MT

Comissão Estadual do Zoneamento Socioeconômico e Ecológico - CEZSEE - Foto por: Junior Silgueiro/GComMT A | A Membros da Comissão Estadual do Zoneamento Socioeconômico Ecológico (CEZSEE) se reuniram para avaliar a proposta de revisão do ZSSE em Mato Grosso. O encontro ocorreu na tarde desta quinta-feira (01.09), no Palácio Paiaguás, e marcou a retomada do projeto no estado, após quase cinco anos desde a suspensão dos efeitos da Lei n° 9.523/2011. Em 2008 o Governo do Estado apresentou uma minuta de Lei à Assembleia Legislativa (ALMT), que tratava do planejamento e ordenamento territorial do estado, tendo o zoneamento como o principal instrumento. Após três ano…

II FÓRUM POPULAR DO ZSEE

CONVOCATÓRIA
Companheiros e companheiras, pedimos que leiam com vagar este pequeno histórico para fins de compreensão da importância e dos objetivos deste nosso fórum, Mato Grosso tem arrastado a discussão e consolidação do Zoneamento Socioeconômico e Ecológico (ZSEE/MT) do estado por longos 30 anos! Quando tivemos contato pela primeira vez com o documento e o propósito deste processo de ordenamento territorial nos espantamos com o tamanho da tarefa e com as intenções ali postas. Mais do que isso! Percebemos que não havia nada de social no que foi apresentado. A partir de então nos propusemos, na época capitaneados pelo Grupo Pesquisador em Educação Ambiental, Comunicação e Arte (GPEA) e Rede Mato-grossense de Educação Ambiental (Remtea), a mapear os grupos sociais e as diversas identidades que seriam afetadas positiva ou negativamente pelo zoneamento. Naquele momento havíamos criado o Grupo de Trabalho de Mobilização Social (GTMS) para articular e mobilizar instituições e grupos sociai…

Após 16 anos, Estado terá zoneamento

Imagem
midia news
http://midianews.com.br/fogo-amigo/legislacao/254961

FOGO AMIGO 15.02.2016 | 08h00Tamanho do texto A-A+ Legislação Após 16 anos, Estado terá zoneamento DA REDAÇÃO  Secretário de Planejamento, Marco Marrafon: missão de fazer valer a Lei do Zoneamento Quatro anos depois de o juiz da Vara Especializada de Meio Ambiente de Cuiabá, José Zuquim Nogueira, suspender os efeitos da Lei 9.523/11, que trata do Zoneamento Socioeconômico e Ecológico de Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan) vai retomar os estudospara sanar os erros cometidos na época de sua implantação.
A lei que mapeia e demarca o Estado, estabelecendo as áreas que podem e as que não podem ser utilizadas para atividades econômicas, começou a ser feita ainda no ano 2000, há 16 anos – e já foi alvo de muita polêmica.
Em 2008, as secretarias de Planejamento e de Meio Ambiente deram por terminado o estudo e enviaram a lei para ser aprovada na Assembleia Legislativa. A AL passou três anos discutindo o t…