terça-feira, 15 de novembro de 2011

povo bororo por MERIREU

O POVO BORORO e a relação com o ambiente
a narrativa artística de MERIREU, Antônio João

23 de novembro de 2011 - quarta
10 h.: Instituto de Educação, UFMT
sala a confirmar, provavelmente no auditório 67.

com um fraterno abraço
*

*..*.
;..*
*




---------- Forwarded message ----------
From: ANTONIO JOÃO DE JESUS - MERIREU <merireu@hotmail.com>
Date: 2011/11/15
Subject: FW: convite boe moto-Terra Bororo/ou quando a terra era só minha


CONVITE

AMIGOS...
O motivo da mão preparando a pasta do pigmento vermelho das sementes do urucu, aparentemente é uma ação corriqueira, pois esses pigmentos não servirão apenas para as pinturas corporais e de alguns utensílios ou instrumentos. Esses pigmentos e seu uso têm carga ritualística muito importante para quase todo índio do Brasil. No caso especial dos Bororo, autóctone de Cuiabá-Ykuiapa/MT (cujo nome de Cuiabá é derivado dos topônimos Bororo) é uma ação costumeira do seu dia-a-dia, apesar de parecerem cotidianas, têm também seu uso para fins restríto, principalmente quando outras resinas, ou pó de fuligem de alguns vegetais-mágicos são misturadas nessas bolotas de urucu e utilizadas para fins terapeuticos ou sacros.

Assim, besuntar-se com o pigmento do urucu, ação que extrapola apenas o prazer estético, engloba também as ações mágico-religiosas do povo Bororo.
Vamos então, atraves do PPP "Boe Moto - Terra Bororo. Quando a terra era só minha", conhecer a complexidade no relacionamento do povo Bororo com seu meio ambiente.
Antonio João-Merireu

LOCAL: INSTITUTO DE EDUCAÇÃO - SALA 67
Dia 23 de novembro de 2011(quarta feira)
Horário: das 10:00h. às 11:00

Saiba mais:
BARIKO - SÍMBOLO DO PODER E BELEZA

MAIWU - DANÇA PARA O ESPÍRITO

TEMPO UMUTINA

JESUS


foto: MERIREU - bariko

Nenhum comentário: